Plano de saúde continua sendo um importante benefício para atrair e reter talentos

Assistência médica lidera entre as opções oferecidas aos funcionários

A Qualicorp, empresa brasileira na comercialização e administração de planos de saúde coletivos, realizou um estudo exclusivo para analisar os benefícios concedidos pelas empresas aos funcionários, denominado “Panorama do Mercado de Benefícios Corporativos no Brasil”. Os dados foram apresentados em evento no Hotel Renaissance, em São Paulo, e contou com a presença e palestra do Dr. Drauzio Varella.

A pesquisa foi realizada com 90 empresas com o intuito de mapear os principais benefícios disponibilizados pelas companhias como diferencial e atrativo para reter talentos. Empresas de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Ceará e Santa Catarina participaram do levantamento, predominando o setor de serviços (21%) como principal segmento dos entrevistados. Dentre as empresas participantes, 62% são compostas por até 1.000 colaboradores, enquanto 38% possuem mais de 1.000 funcionários.

A assistência médica é o principal benefício oferecido por 94% das companhias ouvidas, seguido por vale transporte (88%), seguro de vida (76%), assistência odontológica (69%), vale refeição (68%) e vale alimentação (64%). Dentre as empresas que oferecem plano de saúde, 31% atuam com mais de uma operadora – seja por operar em diferentes regiões do país, cada qual com rede de prestadores específica, ou por disponibilizar padrões diferenciados de planos para seus colaboradores.

Em relação aos custos, os planos de saúde impactam, em média, em 11,2% do valor total da folha de pagamento. Além disso, 93% das empresas permite que o funcionário inclua seus dependentes diretos no plano de saúde, como esposa (o) e filhos. Neste caso, os custos dos dependentes são assumidos parcialmente por 43% das companhias.

Outro importante dado verificado é que, em 62% das empresas analisadas, o plano de saúde disponibilizado ao funcionário possui coparticipação, ou seja, o usuário paga uma porcentagem de cada procedimento médico utilizado. Chama a atenção também o fato de 59% das empresas não permitir mudança de categoria de plano, os chamados upgrade e downgrade.

“Os planos de saúde continuam sendo um importante benefício para atrair e reter talentos, não apenas por estimular que os funcionários cuidem da saúde, com também para assegurar o respaldo necessário em caso de doenças”, afirma José Augusto Alves de Paula, Diretor de Negócios Empresarial da Qualicorp.

Outros benefícios

Os planos de assistência odontológica também integram a lista de benefícios de 71% das companhias entrevistadas, estendido aos dependentes em 97% dos casos. O seguro de vida é oferecido em 79% das empresas, sendo que 69% custeiam integralmente o benefício. Programas de previdência privada são oferecidos por apenas 20% das empresas, custeados integralmente pela contratante em 61% dos casos.

Benefícios adicionais como o check-up são oferecidos por 36% das empresas participantes, direcionado em sua maioria aos cargos mais altos da empresa, como diretores (66%), vice-presidentes (44%) e presidentes (53%).

Programas de gestão de saúde e campanhas pontuais fazem parte da programação de 60% das entrevistadas. Nestes casos, são realizadas diversas ações, como campanhas de vacinação (77%), estímulo à atividade física (69%), orientação nutricional (63%), programas antitabagismo (54%) e para gestantes (46%), entre outras. Colaboradores com doenças crônicas encontram apoio e monitoramento nas organizações em casos de obesidade (75%), diabetes (70%), hipertensão (70%), câncer (56%) e doenças cardiovasculares (50%), entre outras. Estresse e depressão também têm atenção especial em 31% e 38%, respectivamente, das empresas consultadas no levantamento.

Fonte: www.mundorh.com.br

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se à vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *